Domingo

Tem a Igreja Batista alí embaixo, seu muro coberto de trepadeiras e o parquinho ao sudoeste. Abaixo dele o campo de futebol e a criançada. Uma tarde do outro lado do tédio, tarde de dia longo. Nesse sol o café demora a esfriar e até o cigarro queima lento. “podia ter uma cachoeirinha no lugar da Igreja…” mas ia estragar o Plano Piloto. e essa gatinha passeando com o cachorro: linda nos seus quinze anos e roupinha de academia. Veio chegando perto, deu um sorrisinho bobo. O cãozinho veio me cheirar quando ela soltou a coleira e foi sentar-se depois daquela árvore, no declive suave que vai de lá até o estacionamento da Igreja. Ajeitava o cabelo e chamou o cachorro, pedindo desculpa. Ficou deitada na grama, toda sorridente, o bicho apoiava as duas patas sobre sua barriga… “será que ela faz Yoga no Olhos D’água?”  !!O tremendo susto de ver aquela figura gorda a perguntar se eu meditava ou cagava. Respondí que observava aquela linda menina que olhou e sorriu, vermelhinha de vergonha. Tomar umas cervejas. Fomos embora, eu e o Gordão, e a coitadinha ficou lá, sem entender nada. Lembrei, achando graça, da Dani dizendo que trepadeiras no muro são muito sugestivas…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s