Noite Calma

Reginaldo matando a bola branca, sozinho no alpendre largo do boteco, me viu chegar tiritando de frio. Abri o casaco, tirei as luvas e ele com aquele sorriso:  -Quer perder uma?

Bebi uma meiota com ele, jogamos em meio a uma nuvem de aleluias embaixo da lâmpada. Ele tranquilo, acostumado que está a jogar sozinho antes de fechar e dormir. Suicidei várias vezes, ousando jogadas. A nêga – a quinta – decidida no ás: lá não se canta a caçapa e ele quase ganhou, mas matei cantado. duas tabelas, no meio.

Foi pegar piúcas, eu um palheiro e acendí, depois, um foguinho enquanto ele trazia umas asinhas de frango. Mais pinga não, que ele tomara o remédio… muitos grilos e poucos sapos é sinal de seca, ainda mais com esse absurdo de estrelas: só então ví que ele tinha jogado de luvas, safado.

Deu a hora. Acertamos a conta da semana e ele, rindo, disse pra pagar na semana que vem. Foi dormir, efeito do remédio. Apaguei as luzes, fechei com cuidado a porta lateral toda velha e empenada e saí na noite clara e fria. Vagalumes e estrelas sobrando, o silêncio dos grilos. Meu coração saltava no peito, alegria besta: às quatro da manhã, bêbado e só naquela noite linda, sem lua, vi a velha casa do Geraldo, a fachada alta e sua antiga fundação de pedra; a porta no meio, no topo de uma grande escada em ‘L’, três janelões de cada lado. Tudo iluminado pela luz difusa da noite sem lua parece como antes, há mais de dez anos: Geraldo, ainda vivo, me explicava que a data de mil novecentos e quatorze, num azulejo sobre a porta, era da primeira reforma e que a casa fora construida por escravos… Depois de tanto tempo ela parece voltar àqueles anos de infância: a queijeira de um lado, o paiol e o curral do outro. E o medo que eu sentia, de tremer mesmo, do velho e simpático Geraldo.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s