Amiguinho

Sentia o peso do cano metálico em minhas mãos. Linguiça ainda observava atônito o corpo estendido ao pé do barranco, de cujo rosto dilacerado se haviam desprendido as lascas de pele ensanguentada grudadas no tijolo que ele segurava. Meu cano provocara um profundo corte que ia do zigomático até a têmpora e algumas costelas quebradas.

Imaginei o estado do rim esquerdo do sujeito e não pude evitar o riso ao pensar que ele, quando amanhã urinasse sangue, se lembraria da dureza do bico da minha bota.

Anúncios

Um pensamento sobre “Amiguinho

  1. Ola..

    Vim aqui anúnciar este meu novo blog, e convida-lo a fazer parte de nossa familia de blogueiros. Espero que se interesse.

    A idéia de criar este blog, é oferecer uma comunidade, para divulgação de posts em varios blogs. Todos do wordpress estão convidados a fazer parte deste blog, para divulgar seu proprio blog, participar de pesquisas e principalmente, conhecer outros blogueiros de nossa blogsfera WordPress.

    Sejam Bem vindos, e caso queiram fazer parte, deixem um comentário para que você seja colocado com um de nossos colabores e amigos.

    http://wordpostit.wordpress.com

    Obrigado, e desculpe incomodar com este convite…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s